Olá, eu sou a

Sou doula de coração e por vocação. Sempre me deslumbrei com a gravidez, a maternidade e os bebés e quanto mais relembro os conhecimentos e a sabedoria que trago em mim, mais apaixonada fico por esta fase da vida em que doamos a vida.

A primeira pergunta a fazer.

Se queremos viver um parto humanizado, a primeira pergunta que podemos fazer ao obstetra que escolhemos para nos acompanhar na gravidez e parto é: 
“QUAL A SUA TAXA DE CESARIANA?”

À partida teremos uma de três respostas:
– baixa (com um valor específico %)
– alta (com um valor específico %) – Note-se que em Portugal a taxa de cesariana anda acima dos 35%!!
– ausência de resposta -na minha perspectiva, isto pode querer dizer que o médico tem “vergonha” de pronunciar o valor, pode entender a fisiologia do parto e a importância do parto vaginal mas deixar-se manipular pelo sistema e fazer mais cesarianas do que aquelas que na verdade gostaria de fazer.
De acordo com a resposta a esta pergunta podemos CONSCIENTEMENTE continuar a ser acompanhadas pelo médico sabendo a sua perspectiva e os seus valores ou CONSCIENTEMENTE procurar outro médico que se enquadre com a nossa forma de pensar e viver!
Adorei esta conversa que tive com a parteira Francoise “Mamacita” Souverville e agradeço muito a chamada de atenção. Tenho a certeza que quando for eu será mesmo a primeira pergunta a fazer! 🙂
(imagem de http://evidencebasedbirth.com/evidence-for-the-vitamin-k-shot-in-newborns/)

Se gostaste deste post, também vais gostar destes: