Olá, eu sou a

Sou doula de coração e por vocação. Sempre me deslumbrei com a gravidez, a maternidade e os bebés e quanto mais relembro os conhecimentos e a sabedoria que trago em mim, mais apaixonada fico por esta fase da vida em que doamos a vida.

Como cuido de mim?

Um dia destes, o meu pequeno gigante amigo António, com apenas 5 anos, dizia-me que, mais importante do que cuidar dos outros, é cuidar de nós. Segundo ele “É o MAIS importante!”.
Concordei com ele e reforcei que, sem dúvida, se não soubermos cuidar de nós, não estaremos aptos a cuidar dos outros. Ou, se o fizermos, corremos sérios riscos de entrar em exaustão, em fadiga, gastar todas as nossas reservas, e ficarmos nós, a precisar urgentemente que alguém nos cuide.

Ontem, enquanto almoçava e desfrutava daquela refeição, pensava: “Como cuido eu de mim?”

E algumas respostas vieram de imediato.

Cuido de mim quando….

  • … escolho refeições equilibradas, nutritivas, saudáveis e saborosas.
  • … me deito cedo e durmo o que o meu corpo pede
  • … me levanto cedo e aproveito a minha energia matinal
  • … faço Yoga
  • … faço exercício físico, mexo o meu corpo e o desintoxico
  • … reconheço que estou cansada e abrando o ritmo
  • … estabeleço limites. Quando coloco um travão no típico “Eu consigo fazer, sim, posso ajudar, deixa que eu faço, ainda tenho tempo para….”
  • … vou para a praia apanhar sol e ouvir o mar
  • … leio livros inspiradores, que me fazem sentir viva e no meu caminho
  • … me rodeio de pessoas que me inspiram e me elevam
  • … aceito ajuda das outras pessoas
  • … aceito miminhos de outras pessoas
  • … namoro
  • … depois de apanhar uma chuvada, me enfio no banho e bebo um chá logo a seguir
  • … escolho a música que quero ouvir
  • … tomo banho e massajo o meu corpo
  • … pago para receber uma massagem de 50 minutos
  • … faço consulta de Naturopatia
  • … bebo água
  • … olho para o meu sangue menstrual, sinto-o e o deixo ir
  • … dou colo a bebés
  • … digo que não
  • … não estando disponível para ouvir, para ler, para estar, digo, tranquilamente “agora não estou disponível”
  • … me permito chorar e expressar as minhas emoções livremente
  • … escolho produtos naturais para colocar no meu corpo
  • … ponho saco de água quente na barriga no primeiro dia da menstruação

E tantas outras formas de cuidar. Agora lembro-me e partilho estas.

E tu? Sabes cuidar de ti? Como cuidas de ti? Sabes que mereces, mais do que tudo, cuidar de ti?

Se gostaste deste post, também vais gostar destes: