Olá, eu sou a

Sou doula de coração e por vocação. Sempre me deslumbrei com a gravidez, a maternidade e os bebés e quanto mais relembro os conhecimentos e a sabedoria que trago em mim, mais apaixonada fico por esta fase da vida em que doamos a vida.

Data prevista do parto – como se calcula?

Até há bem pouco tempo não fazia ideia como se calculava a data prevista do parto. Nunca sabia se a contagem começava no primeiro dia da última menstruação ou no último, quantos dias ou semanas se contavam…
Quem já é mãe, provavelmente já teve contacto com uma calculadora como esta. No entanto, quem é a mãe de primeira viagem pode não conhecer nem saber ao certo como se usa e para que serve.
Saber a data prevista do parto é muito importante. Saber a partir de quando é preciso estar mais atenta a sinais que indiquem o início do trabalho de parto, ter tempo para planear, estruturar a dinâmica familiar e preparar o ninho para a chegada do bebé. 

Há bebés que nascem exactamente 280 dias depois do primeiro dia do último período menstrual, mas muitos nascem duas semanas depois e por vezes mais cedo. A duração da gravidez é normal entre as 38,5 e as 42,5 semanas.
Apenas 5% das mulheres têm os bebés no dia esperado. A maioria tem cerca de 1 semana depois! O que nos alerta para o facto da indução às 38 semanas (apenas porque não nasceu até então) ser um bocadinho prematuro, quando o bebé pode querer nascer 3 semanas depois, por exemplo.

Então a data prevista de parto calcula-se através da contagem de 40 semanas a partir do primeiro dia da última menstruação
Podem calcular directamente aqui.

  • E se não souber o primeiro dia da última menstruação?

Isto é comum em mulheres com ciclos menstruais irregulares ou que não registam sistematicamente os seus ciclos. Assim, a data prevista do parto consegue-se saber com aproximação através de ecografia.

  • Qual é o risco de deixar o bebé muito além do termo (>42 semanas)?

A placenta torna-se, gradualmente, menos eficiente nas suas funções e finalmente, se o bebé permanecer in útero durante muito tempo, morre de envelhecimento. Alguns dos sinais que os bebés pós-termo apresentam são uma pele muito enrugada, unhas compridas que precisam imediatamente de ser cortadas e zonas brancas na placenta.

  • O que fazer quando chega a data prevista do parto e não há sinais de trabalho de parto (TP)?

Nas semanas anteriores ao parto, pode haver uma planificação dos tempos livres do casal e incluir idas ao cinema, ao teatro, concertos ou saídas com amigos. Quando a data prevista chegar e não houver sinais nenhuns de início de TP, oa companheiroa da grávida pode planear algum tipo de divertimento uma vez que a preocupação, o tédio e o excesso de fadiga são grandes ameaças à paz de espírito da mulher nessa altura.

(fonte: Calculadora de http://www.moondragon.org/pregnancy/calculator.html)

Se gostaste deste post, também vais gostar destes: