Meu bebé mais querido!

Estou cada dia mais apaixonada por ti e mais grata por me teres escolhido como tua mãe e me permitires viveres esta experiência.

Chegamos às 12 semanas e, ainda que tente não ligar muito a este número, a verdade é que pesa. Ou neste caso, torna-se mais leve! Sabemos que o risco de aborto diminui a partir desta altura e isso traz uma segurança extra, ilusória, sim, mas sentida.

Nesta altura tens cerca de 5 centímetros e o teu tamanho é mais ou menos como uma lima (gosto tanto destas comparações com fruta ahah).

São raras as vezes que uso calças, mas já não as aperto. Algumas ainda apertam mas eu sinto-me presa e não quero, nem por um bocadinho, andar desconfortável.

Há 2 dias contamos a tua chegada à minha família (primos e tios) porque quisemos esperar para estar presencialmente com os primos e não usar apenas o vídeo por telemóvel.

A ecografia já está marcada e vai ser feita no final da 13ª semana (como eu tinha idealizado para aumentar as hipóteses de vermos se és menina ou menino).

As pessoas a quem contamos continuam a achar que és menina e nós achamos também. Até sonhei com isso na noite passada. Vou ter uma surpresa se não fores, simplesmente porque não te sinto rapaz. (Já sabes que és muito bem-vindo, independentemente do género que escolheste :)).

Sinto-me menos inchada agora. A barriga já se nota e vem mais de cima. Até andei a ver diferenças entre barrigas de meninas e meninos. Olha só para o que me deu. Ahah.

Voltei a sentir-me com mais energia e menos sono. E voltei a meditar de manhã (que é algo que nos faz mesmo bem!). Ah, os gatos sempre que podem vêm para junto de ti ronronar. E sei que adoras porque eu sinto-me tão tão bem quando eles fazem isso. Adoro que recebas esta energia deles.

Em breve partilho com o resto do mundo a tua chegada. Por enquanto, ainda estás no meio da família e amigos. E estás tão bem 🙂

Com tanto amor,

Mamã