Meu amor mais querido,

Digo-te todos os dias que te amo. E agradeço-te, sempre.
Primeiro quero contar-te o que está para trás:
No primeiro fim de semana de Junho, por isso na nossa 19ªsemana, fomos para o Algarve com o pai, tios e primeiro Lourenço. Foi tão tão bom! Primeiro porque saímos da nossa rotina, aproveitamos o sol (e o vento também) e conseguimos dar mergulhos no mar.
Depois porque calhou no teu dia 120º e conseguimos criar um ritual que foi muito bonito.
Achei que nesse dia iria estar mais focada em ti (ainda mais!) e aproveitar o primeiro banho de mar para honrar a tua ligação alma – corpo. Mas, a meteorologia não estava muito favorável e preferimos ficar pelo apartamento a apanhar sol mais resguardado.
As tias (Marina e Andreia) enviaram mensagem a felicitar-nos e a assinalar a importância desse dia e aproveitei essa energia amorosa para, procurar um mantra que me fizesse sentido para aquele momento e conectar-me profundamente contigo.
Estava na espreguiçadeira, em postura fácil, com as mãos na barriga e os phones nos ouvidos. Escolhi o “On This Day”. O pai estava ao nosso lado, sabia a intenção com que eu estava a viver aquele momento mas não sabia mais nada. Quando no final do mantra surgiu o “Eterno Sol”, nesse preciso momento, enquanto as lágrimas e o sorriso habitavam a minha cara, o pai pôs a mão na minha barriga e ficou a sentir-te também.
Foi perfeito, sabes?
O pai não sabia o que eu estava a ouvir, e muito menos que naquele momento tinha iniciado o Eterno Sol, esse poema canção que nos abençoa a todos. Foi perfeito! 🙂
Depois, na semana 21 fizemos a Ecografia Morfológica e, mais uma vez, confirmamos que está tudo bem. Eu não tinha dúvidas nenhumas. Estava era cheia de vontade de te ver outra vez.
E enquanto a médica avaliava e media eu dizia-te mentalmente “És perfeito. És tão perfeito! Obrigada, obrigada, obrigada”.
O pai queria ouvir que estava tudo bem e nem se lembrou (nem quis) pegar no telemóvel para filmar nem registar nada. Apenas estar presente, olhando para ti e ouvindo a médica dizer “Está tudo bem”.
Foi também nesta semana que te vimos, pela primeira vez, em movimento. Os teus pontapés são fortes e já mexem a minha barriga. És muito responsivo. Mal levo a mão à barriga e intenciono falar contigo, tu respondes logo. És tão querido para nós 🙂
No final da semana tive um marco importante na minha vida e tu estiveste comigo.
Aconteceu o Retiro de Pré-Concepção e estares dentro de mim como prova de que esta preparação é tão preciosa foi enternecedor.
Tivemos um momento muito especial, durante uma respiração, em que visualizei o teu parto, onde estavamos, com quem estavamos, em que altura iríamos para o hospital, as contracções no meu corpo, o momento do expulsivo, o apoio Infinito que senti e, no final, a sensação de “Eu mereço! Tu mereces!”
Vamos viver o parto que for melhor para nós e aquela sensação está gravada em mim (e em ti, com certeza!).
RetiroPréConcepçãoCatarina
Os dias de calor já chegaram. Já fomos ao mar em Sintra e é tal e qual como imaginei 🙂 Já te disse que esta praia faz parte da nossa casa. Está a ver-te crescer em mim e vai ver-te crescer cá fora. Faz parte da nossa história e vai fazer da tua.
Amo-te infinitamente, meu querido bebé,
Da mamã
P.S. Acho que já estamos sintonizados com o teu nome. Um dia destes, enquanto dava aula de Yoga, entendi que o que me querias dizer, mais do que chamar-te literalmente “Manel” era o significado desse nome. A mensagem que estava por trás. Senti e integrei. Está tudo bem em não te chamarmos “Manel”. Também escolheste o Papá e ele não gosta assim tanto… Eu acho cá para mim, que ainda assim, vou chamar-te como nome fofinho “Nézinho” :p
Estamos já, intimamente, a usar o nome que achamos ser para ti e faz sentido. Encaixa em quem és também. Vamos só integrar mais um pouco antes de o assumirmos publicamente 🙂