Olá, eu sou a

Sou doula de coração e por vocação. Sempre me deslumbrei com a gravidez, a maternidade e os bebés e quanto mais relembro os conhecimentos e a sabedoria que trago em mim, mais apaixonada fico por esta fase da vida em que doamos a vida.

Os 11 CentrosLunares da Mulher

Bom dia!

No Domingo fiz um workshop com a querida e inspiradora Xuxuta e aprendi tanto tanto que não posso mesmo deixar de partilhar convosco e de vos desafiar a fazer este mapa dos nossos Centros Lunares.

Do que se trata isto afinal?

Nós, as mulheres, somos cíclicas, lunares. O nosso corpo move-se com os ritmos marcados  pela lua: com mais ou menos regularidade segundo cada uma, o nosso ciclo menstrual  ajusta-se  aos 28 dias do ciclo lunar.
Em Kundalini Yoga considera-se o queixo como “Ponto Lunar Central” e existe tanto nas mulheres como nos homens.
Mas, segundo os ensinamentos de Yogi Bhajan nós, mulheres, temos outros 11 pontos lunares, através dos quais a Lua se move  num ciclo de 28 dias! Cada 2 dias e meio a Lua muda de lugar e isso faz com que também a  nossa maneira de ver, pensar e actuar mude.

Cada uma pode encontrar o seu ciclo, através de uma atenta auto-observação, reflexão e auto-conhecimento. 
Esta é uma prática maravilhosa porque ajuda a entendermos-nos melhor, a saber porque actuamos de uma determinada maneira um dia ou dizemos algo que preferíamos não ter dito no outro.


Yogi Bhajan disse-nos que as mulheres são 16 vezes mais potentes e 16 vezes mais intuitivas do que os homens. Fazendo parte de uma cultura onde as mulheres sempre foram tratados como “menos do que”, ele desafiou-nos a acreditar que poderíamos realizar qualquer coisa se aproveitassemos a nossa intuição e poder divino, elevando e inspirando todos aqueles que fazem parte das nossas vidas.

Yogi Bhajan ensinou que as mulheres são também 16 vezes mais emocionais do que os homens, e que se não canalizadas as emoções através de Kundalini Yoga, meditação, dieta, exercício, ou alguma outra prática edificante, as emoções podem ser a nossa ruína.
Podemos-nos tornar vítimas das nossas próprias inseguranças e limitações emocionais, criando dor e sofrimento para nós e para os que estão à nossa volta.
Mas, sendo 16 vezes mais emocionais e canalizando essa energia, podemos também ser 16 vezes mais sensíveis e usar isso a nosso favor, a favor da Humanidade. 🙂
Kundalini Yoga e meditação são ferramentas para transformar as nossas emoções em sensibilidade e devoção. Observar as nossas emoções vividas nos nossos Onze Centros Lunares pode-nos ajudar a entender esses centros e saber como usá-los para nos tornarmos mulheres e líderes mais contidas, alegres e eficazes.
As mulheres são líderes naturais. Seja no local de trabalho ou em casa, como professores de yoga ou nas nossas comunidades espirituais. Por esta razão, YB ensinou-nos que precisamos de entender intimamente a nossa natureza como mulheres. Ele encorajou-nos a mergulhar profundamente na nossa própria psique e entender os nossos pontos fortes e os nossos desafios. Ao fazê-lo, nós entendemos-nos melhor e estamos mais preparadas para ajudar e guiar os outros.
Parte da compreensão de nós mesmas como mulheres reside no reconhecimento das nossas tendências emocionais.

Tu já te sentiste como um yo-yo emocional? Um dia acordas e sentes-te poderosa, podendo realizar qualquer coisa, e no dia seguinte sentes-te insegura? Ok, tu não és louca! 😀
Os Onze Centros Lunares são áreas físicas sensíveis no corpo da mulher que são sensíveis à energia lunar e afectam o modo como  a mulher lida com sua vida quotidiana.
Estes centros activam-se no teu corpo em um ciclo de 28 dias, durante 2 dias e meio em cada local do corpo.
A sequência varia para cada mulher mas, a menos que haja um choque emocional, ele permanece constante.
Os Centros Lunares não coincidem com o teu ciclo menstrual ou ciclo de humor zodiacal.

Vamos então conhecer mais sobre os Pontos Lunares:

Os Pontos Lunares serão apresentados com as as suas principais características e dicas e uma frase final de resumo em que vemos as características em harmonia/desequilíbrio:

Linha do cabelo: Tu estás centrada, competente, sensível, omnisciente e neutra na tua comunicação. Tu estás mais próxima da tua verdade. Sentes-te confiante e auto-confiante. As coisas parecem fluir e encaixam-se perfeitamente. Esta é uma boa altura para tomar decisões importantes, fazer apresentações e trabalhar os teus relacionamentos. Pena que são apenas 2 dias e meio :p.. Mas sabendo quando são estes dias, nós podemos fazer o melhor deles.

A  linha do cabelo firmeza, estabilidade, claridade divina, visionaria / tendência a  paranoia.

Centro do Umbigo: Quando o centro da lua está no ponto do umbigo – cerca de 3 dedos abaixo do nosso umbigo físico, a segurança é um problema. Se o teu centro do umbigo é fraco, tu sentes-te insegura e muito vulnerável a críticas. Se o teu centro do umbigo é demasiado forte, podes ser intimidante, alienante, ou agressiva.

Ponto do umbigo– detrás do umbigo: energia física, poder e segurança para levar a cabo o que se propõe / insegurança, exposta, vulnerável.


Interior das coxas: Neste ponto tu és muito confirmativa, produtiva e tens um alto nível de energia. Tudo o que andaste a procastianar no resto do mês, será feito nestes dias, quase como obsessão.

Interior das coxas: grande força criativa, confirmativa, verificando, afirmando / não permite que a contradigam.


Lóbulos da orelha: Este é um momento em que és mais analítica. Tu queres discutir sobre os valores que tens, e sobre o que é importante para ti. É um bom momento para trabalhar por uma causa, participar numa reunião política ou discutir quais os valores que pretendes utilizar no trabalho ou em casa. Mas precisas de ter cuidado porque podes ser mais crítica tanto contigo mesma como com os outros. Não é uma boa altura para tomar decisões finais.

 Lóbulos  das orelhas: inteligência, de acordo com valores e éticas, reconstrói o  seu mundo,  auto-analisa / discute só por discutir


Clitoris: Quando o Centro da Lua está no clitóris, uma mulher é encantadora, falante, sociável e está disponível para os outros. Este é um bom momento para usar um vestido novo para uma festa, fazer novos amigos, fazer vendas por telefone ou ir a uma reunião de qualquer coisa em ambiente social.
Precisas de tomar cuidado para não seres facciosa e não criares enredos, alimentando relações ou conversas que depois descartas simplesmente.

Clítoris: orientada ao exterior, conversadora, encantadora / enreda e exclui


Vagina: Quando o Centro de Lua é na vagina, podes ter tendência a ser social, mas terá uma qualidade mais profunda. Vais querer conectar-te de uma maneira mais íntima, talvez com um pequeno grupo de pessoas ou com uma outra pessoa. Algumas mulheres não querem ser sociais de todo. Podes ter sentimentos de vazio e querer ficar sozinha. É um bom momento para meditar e para te ligares a ti própria. É um bom momento para fazer um “time out”, uma pausa na acção.
IMPORTANTE: neste ponto a energia lunar dura apenas um  dia e meio.

 Vagina: profundidade, consciência da sua natureza  cíclica da vida e  exaltação sexual / vazia


Parte de trás do pescoço: Quando estás neste ponto, és muito romântica. Uma flor pode fazer-te endoidecer ahah. Vais correr riscos, “flirtar” e ser lunática. É um bom momento para experimentar coisas novas.

Nuca: sensitividade, comunica desde o coração, romance,  derrete-se quando lhe tocam o pescoço/ incapaz de comunicar

Peito: Quando se está na área das mamas somos compassivos, agimos centradas no coração.  É bom estar atenta a situações limite porque vai ser difícil dizer “não”. É um bom momento para fazer uma festa ou visitar um amigo doente. Não é um bom momento para tomar decisões importantes pessoais ou empresariais.

Peito – mamilos: compaixão divina, oferece amor incondicional / generosidade que pode chegar ao ponto da estupidez

Lábios: Quando está nos lábios, a comunicação de uma mulher vai para os extremos. Pode ser muito eficaz ou muito ineficaz. A sua dieta e prática espiritual são especialmente importantes neste momento, para mantê-la em equilíbrio. Se entrares em sintonia contigo mesma, podes determinar se é um bom momento para falar ou manter silêncio. As tuas palavras podem elevar e inspirar ou alienar e destruir. É preciso usar sensibilidade e ser cauteloso.
Se te sentires insegura, com raiva ou ressentimento, é melhor ficares em silêncio. Se te sentires expansiva e centrada no coração é provavelmente seguro falar. Em caso de dúvida, fica em silêncio e medita antes de falares.
Na relação sexual os teus lábios podem ser muito sensuais e sensíveis.

 Lábios:  comunicação / indiscreta, divulga secredos


Bochechas: A lua nas maçãs do rosto pode ser um momento mais perigoso é a altura em que tens tendência a ser emocional e fora do controlo. Este é um momento muito importante para comer bem, fazer yoga, meditar e orar.
Quando sentires que estás fora do controlo, usa a tua disciplina.é provável que sintas muita ilusão nesta altura, mas vai passar. Não é um bom momento para tomar decisões importantes.

> Bochechas: estabilidade emocional, irradia e recebe o que necessita /imprevisibilidade, explosiva, perde o controlo.


Sobrancelhas: As sobrancelhas são uma parte muito sensível do corpo da mulher, porque elas são a parte mais subtil do sistema nervoso parassimpático. Quando o Centro de lua está nas sobrancelhas, tu és muito imaginativa e ilusória.

Este é um bom momento para escrever um poema, brincar com crianças e debater novas ideias. É um momento de expansão, semeando sementes para que possam germinar e indo para além do normal. É um bom momento para imaginar um novo negócio ou plano de acção. Não é um bom momento para tomar decisões ou ir às compras (tu vais comprar tudo o que te aparecer).

Sobrancelhas: ilusionária, imaginativa, visionaria / constrói castelos no ar.

Agora que já conhecemos mais sobre cada ponto, vamos aceitar o desafio de nos observarmos?

Criei este mapa onde podemos ir apontando como nos vamos sentindo em cada dia, observando e conhecendo mais sobre as nossas emoções e sobre a influência da lua em nós.
Se quiserem usar esta ferramenta é só enviar email para uaumama.blog@gmail.com e naturalmente terei todo o gosto em enviar-vos 🙂

Vão partilhando comigo como tem sido, o que têm descoberto, como se têm sentido ao saber que é perfeitamente normal haver oscilações de humor e de atitude mental? 
Não é tão melhor usarmos a nossa natureza a nosso favor, em vez de nos contrariarmos a toda a hora? 😀

[traduzido e adaptado de https://www.3ho.org/3ho-lifestyle/women/moon-centers e
 de um texto cedido pela Noordev Kaur :)]

Se gostaste deste post, também vais gostar destes: