Há uns anos atrás, sempre que imaginava os meus filhos, achava que iriam usar fraldas reutilizáveis. Imaginava-os a gatinhar pela casa só com fralda posta e era de tecido.

Quando comecei a lidar com bebés de forma mais regular, a fazer babysitting e a ver na prática como as coisas funcionam, voltei ao ponto zero. Nada de certezas e na altura logo pensava nisso.

Bom, a altura está a chegar 🙂

Ainda faltam alguns meses até tomar decisões acerca deste assunto mas, quando me falaram de uma promoção imperdível de fraldas reutilizáveis há umas semanas atrás, tive mesmo de me debruçar sobre esta questão.

As vantagens das fraldas reutilizáveis são mais do que muitas. Para além de serem amigas do ambiente (e cada vez mais isso ser um factor determinante nas minhas escolhas), são mais naturais para a pele do bebé que não tem de estar exposto a plástico e químicos constantemente e a nível financeiro é uma grande poupança também (ainda que de início possa custar investir centenas de euros nos packs).

Isto é claro para mim mas, do que tenho visto de quem usa regularmente, é que há várias nuances que precisam ser tidas em conta.

Nomeadamente:

  • o tamanho das fraldas – nem sempre é fácil usar nos recém-nascidos por haver fugas laterais de chichi normalmente.
  • as marcas e modelos – há inúmeras no mercado. eu assumo-me já totalmente leiga neste assunto. sei também que há bebés que se adaptam muito bem a uma marca/modelo e outra não. por isso não me faz sentido comprar 20 fraldas da mesma marca e modelo antes de experimentar umas quantas, diferentes, no meu bebé.
  • noites – já ouvi que durante a noite as fraldas de pano podem não ser suficientemente absorventes e o bebé acordar húmido a meio da noite
  • a logística – lavar, pôr a secar, quais secam mais depressa, quais demoram mais….no pós-parto estarei disposta a aventurar-me nisto? não sei.

Por tudo isto, vejo também outras soluções. E para mim a outra solução possível é usar Fraldas descartáveis BIODEGRADÁVEIS. A menos que financeiramente me seja insuportável, não tenciono usar fraldas descartáveis “normais” no meu filho. Até porque, para além de serem biodegradáveis, não têm cloro, perfume nem plásticos prejudiciais ao bebé.

Por isso mesmo pus-me a avaliar preços e ver a oferta que existe hoje em dia. E já que tive este trabalho, vou partilhar o que descobri, pode ser que seja útil para mais alguém 🙂

As marcas de fraldas descartáveis biodegradáveis que encontrei à venda são:

  • Bamboo
  • Muumi
  • Bio-baby
  • Naty
  • Pingo

E fui comparar os preços em diferentes lojas:

fralda_18

Comparei o mesmo tamanho e, por algumas embalagens serem maiores do que outras, coloquei o preço por unidade. Assim não há que enganar. Estejam atentas ao valor dos portes, porque considerando as lojas onlines, há variações neste sentido e uma fralda unitária que seja mais cara, pode ficar mais barata no final das contas.

Ressalvo também que, havendo promoções, o valor unidade baixa e por isso, pode compensar uma marca ou loja em vez de outra.

Partilhem a vossa experiência e feedback por favor. Estou a entrar num mundo novo e há muitas coisas que não sei 🙂

Espero que seja útil e aguardo as vossas sugestões também 🙂