Olá, eu sou a

Sou doula de coração e por vocação. Sempre me deslumbrei com a gravidez, a maternidade e os bebés e quanto mais relembro os conhecimentos e a sabedoria que trago em mim, mais apaixonada fico por esta fase da vida em que doamos a vida.

Técnica de Rebozzo – vamos lá a descobrir o que isto é

Um bocadinho em continuação do post anterior, hoje partilho convosco a Técnica de Rebozzo, uma vez que é uma das ferramentas que podem ajudar no alívio das dores de costas.
Esta técnica consiste em abanar ou chocalhar todo o abdómen da mulher grávida, relaxando os ligamentos redondos do abdómen e ajudando o bebé a posicionar-se durante a gravidez ou mesmo durante o trabalho de parto. Para além disto, ajuda efectivamente a mulher a relaxar.

No hospital existem relaxantes musculares e narcóticos que potenciam o relaxamento muscular de toda a zona abdominal, no entanto, podem aumentar o tempo de trabalho de parto. Assim, esta técnica de origem mexicana, ajuda no relaxamento materno e diminuição das dores do parto, sendo uma técnica não farmacológica de alívio da dor.
A técnica pode ser feita durante a gravidez – idealmente uma vez por semana e durante o trabalho de parto – entre as contracções uterinas.
Quando NÃO USAR?
> Esta técnica não deve ser usada em casos de ameaça de aborto, em mulher com sinais de hemorragia ou cólicas no baixo ventre no início da gravidez, mulheres com histórias de abortos espontâneos no final da gravidez ou perdas gestacionais anteriores.
Quando devemos ter ESPECIAL ATENÇÃO?


> Quando os ligamentos abdominais estão apertados ou há cólicas abdominais a meio ou final da gravidez, o uso de rebozzo não é perigoso. No entanto, o facto de abanarmos a região abdominal pode provocar espasmos muscular e provocar dor. Assim, fazer apenas uma elevação e balanço muito suave e leve é o mais indicado.

> Em casos de placenta anterior é melhor não aplicar a técnica (a autora aqui refere não haver estudos neste sentido, mas intuitivamente ela prefere não fazer).
É necessária haver sensibilidade por parte de quem está a aplicar a técnica de forma a sintonizar-se com a grávida e com o bebé e ir sentindo se a forma como está a aplicar a técnica está a ser prazerosa ou não para a grávida. Ir ajustando, comunicando, sentindo é fundamental.
Como se aplica a técnica de Rebozzo?


> Usamos um lenço, um xaile grande ou até mesmo o pano porta-bebés, aproximadamente com 3 metros de comprimento;

> A mulher deve ajoelhar-se em frente a uma cadeira, sofá ou bola de pilates e o lenço é colocado à volta da barriga, de forma a embrulhar toda a zona abdominal;
> Colocamo-nos atrás da grávida, em pé e agarramos o lenço como mostra a imagem acima. A grávida normalmente sente alívio nas costas quando suportamos o peso da barriga e só por isto já vale a pena;
> Começar com movimentos lentos primeiramente e depois aumentar o vigor e a velocidade. Não são movimentos grandes nem “agressivos”, são apenas rápidos –  o típico “chocalhar” (é importante saber o feedback da grávida, avaliar a pressão e a velocidade);
> Depois de 2 minutos (é aproxidamente o tempo de começar a doer os braços ahah) vamos desacelerando, gradualmente até parar.
> Vamos repetindo até ser confortável para a grávida e para nós 😉
Para além desta posição do pano, podemos também colocá-lo sobre as ancas, embrulhando toda a zona das nádegas, como mostra o desenho:
Quando aplicar a técnica de Rebozzo?
> Uma vez por semana é maravilhoso;
> Em cada consulta pré-natal com a doula ou parteira;
> Durante o trabalho de parto, entre contracções;
> Até 4 cm de dilatação no trabalho de parto, se o trabalho de parto for longo – entre contracções
Podem ver vídeos explicativos aqui, aqui e aqui.
Resumindo, a técnica de Rebozzo faz parte de uma massagem feita à grávida ajudando-a a descontrair fisicamente, soltando os músculos da zona abdominal, lombar e quadris e emocionalmente, já que o movimento é ritmico e induz o relaxamento. Para além dos benefícios maternos, ajuda também o bebé a acomodar-se na bacia e a encaixar-se para o parto. 
Por isso, grávidas, se sentiram curiosidade em experimentar esta técnica, peçam-no à vossa Doula ou Parteira e usufruam deste balanço! 🙂

(texto traduzido e adaptado de http://spinningbabies.com/learn-more/techniques/the-fantastic-four/rebozo-sifting/
imagens e desenhos retirados de http://www.bigbellyservices.com/Rebozo%20workshop.htm
http://www.birthingnaturally.net/cn/tool/rebozo.html
e http://www.gestandoecriando.com.br/2014/01/como-doula-ajuda-gestante-com-o-rebozo.html)

Se gostaste deste post, também vais gostar destes: