Olá, eu sou a

Sou doula de coração e por vocação. Sempre me deslumbrei com a gravidez, a maternidade e os bebés e quanto mais relembro os conhecimentos e a sabedoria que trago em mim, mais apaixonada fico por esta fase da vida em que doamos a vida.

Uma visão repetida e agora partilhada

Às vezes, de olhos abertos e mente activa, imagino por segundos a minha rotina diária de trabalho.
Imagino-me a pousar a chávena (grande) de café ao lado do teclado. Vejo um monitor branco, grande, que já está ligado. Tiro a mala do ombro e pouso na cadeira ao lado da secretária. A secretária é branca e o espaço é luminoso [esta é a minha visão repetida desde há uns meses para cá].
 
Para além desta imagem visual e corporal, sinto também a presença do Gonçalo. Estará na sala do lado? Não sei. Mas sinto-o perto e sei que posso ouvi-lo.
 
O que irei fazer eu no computador? Desenhos? Textos? Responder a e-mails e tratar de encomendas do Vermelho Morango? Não faço ideia. Mas sinto-me tão feliz nesta visão que tenho.

Quem sabe o meu desejo de trabalhar 5h30 horas por dia (e não 5 dias semanais) – 2 horas a costurar de manhã, 2 horas a acompanhar grávidas e recém nascidos à tarde e 1h30 hora a dar aula de yoga no final do dia esteja mais perto do que alguma vez imaginei 🙂 (O resto do tempo será a ser mãe de corpo, alma e mente!)

Se gostaste deste post, também vais gostar destes: